terça-feira, 3 de abril de 2012

uma semana e meia


um romance japonês e outros dois portugueses. o saldo de uma semana e meia com a mesma dicção  das outras do mês-aniversário que foi embora de novo. António Lobo Nunes, Kenzaburo Oe e valter hugo mãe indiciam os pressupostos de um pacto ficcional ajustado no controle discursivo. talvez menos em uma questão pessoal do que em as naus e a máquina de fazer espanhóis a experiência literária  recenda o desmoronamento da linguagem, um impulso à experiência do abismo.



Nenhum comentário:

Postar um comentário