domingo, 20 de novembro de 2011

extrato das reflexões dadaístas de Allex Rodrigo Medrado Araújo: 

‎"Deixa eu enlatar sua dignidade e vender. Deixa eu colar no cartaz da 3@ guerra seu espaço delimitado. Façamos uma brincadeira com as palavras que não dizemos? Me empresta seu corpo e faça-se ausência, vai....não lamente miséria de comodidades deixa eu intervir na sua existência. Deixa eu incomodar as sensações imagéticas dentro dos nossos olhos. Não deixe eu não resistir em rir da sua cara, da minha cara...não façamos inferno do outro...sejamos paz e acreditemos" adadadadadadadadaddadaadaddadadaadadadaddadaadadDADA".

Nenhum comentário:

Postar um comentário