terça-feira, 30 de agosto de 2011

adágio

Se tudo já partiu, foi embora, o tempo dos latidos resiste em três intervalos de suspiros, a sombra da motocicleta ainda ocorre pela farsa da copa da árvore  que a remeda. A morte vive seu frescor no soluço.
Foram as vezes do tempo de sorvetes que maltratam qualquer anúncio ou canto litúrgico dos destilados. 

2 comentários:

  1. esse adágio só aparentemente ressoa o sostenuto da 14. não discutindo motivos, iria contra a ilogicidade intrínseca ao fluxo da Vida, sua forma e intensidade imagética se coadunam com o coletivopan... salve, amigxs! uma cá, outro lá...

    ResponderExcluir