quinta-feira, 18 de novembro de 2010

Viva o Laerte!!

Entre as normas de gênero: heteronormatividade, segregação, micro-fascismos, violência, abjeções, manifesto homofóbico do mackenzie, espancamentos arbitrários em avenidas, ruas...
Entre as performances de gênero: dispositivos de resistências...

E viva o Laerte que escapa das normas, resiste às matrizes discursivas do dimorfismo sexual!

Fonte: Muriel Total

Nenhum comentário:

Postar um comentário