quinta-feira, 18 de novembro de 2010

Performance: corpo política tecnologia

Fonte: http://www.performancecorpopolitica.net/


 
 
Performance: corpo política tecnologia é debate-encontro visa discutir a linguagem artística da performance, campo híbrido da arte contemporânea: corpo, coletivo, cidade e tecnologia, ou seja, a relação temporal e efêmera dos corpos no espaço, potencializada por tecnologia, como atitude política. As questões a serem debatidas girarão em torno de: a performance como linguagem artística híbrida; a performance como atitude política; a tecnologia como potencializadora da performance; as micropolíticas do corpo. Os debates e performances serão realizados em Brasília, na Faculdade Dulcina de Moraes. Todas as atividades serão transmitidas on line via UStream. A Escola de Artes Visuais, Rio de Janeiro, a UDESC, Florianópolis e a UFBA, Salvador, receberão o público para efetiva participação nos debates e open spaces.
Por se tratarem de debates sobre a relação da performance, do corpo e de sua potencialização política pela tecnologia, buscamos a consonância entre os objetivos da curadoria e o formato escolhido para os debates por meio de debates presenciais e online simultaneamente. Ainda buscamos a consonância entre a teoria e a prática e, portanto, além de discussões sobre o tema, haverá apresentação de performances artísticas com artistas locais selecionados e convidados. Tratar-se-ão de debates teóricos, mas ainda de debates entre corpos, entre o corpo e a cidade, entre o(s) corpo(s) e a tecnologia, um convite a não somente debater, intelectualmente, qual o lugar da performance, do corpo, da política e da tecnologia e suas relações entre si, mas debater corporalmente qual é este lugar?. Estes acontecimentos serão transmitidos online e posteriormente disponibilizados no site do evento e em outros portais parceiros.
Todo o encontro é permeado de open spaces como estímulo para a participação mais efetiva de todos os participantes: palestrantes, debatedores, público presente e online.
Programação clique aqui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário