quarta-feira, 22 de setembro de 2010

microconto: Seca de setembro

Sem tempo para coroas de flores recusou a morte do cão amigo. Engoliu comprimidos junto com uma solidão de setembro, com leite morno tingido de rosa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário