sexta-feira, 9 de julho de 2010

Roberto Piva é homenageado em documentário:

Fonte: TV Cultura

O poeta, símbolo da arte transgressora paulistana, morreu no último sábado (3/7)

Sexta-feira (9/7), a TV Cultura presta homenagem a Roberto Piva, que morreu aos 72 anos, na tarde do último sábado (3), em decorrência de uma falência múltipla de órgãos. Ele sofria de Mal de Parkinson e, durante a internação, foi diagnosticada a presença de um câncer na próstata, já em estado de metástase.
Às 22h30, a emissora exibe o documentário Assombração Urbana com Roberto Piva, um colorido mosaico de histórias e análises dos escritos do autor de Paranoia, que, com grande despojamento, fala para a câmera e escancara a imagem de artista marginal que ostenta. O filme fez parte da série DOCTV I Brasil, que foi ao ar em 2004.
Parceiros, admiradores e críticos da obra do poeta, como o teatrólogo Zé Celso Martinez, o acadêmico Davi Arrigucci Júnior e o escritor Antonio Fernando de Franceschi, dão seus depoimentos e declamam alguns poemas do homenageado.
O filme ainda vai às ruas de São Paulo para registrar a iconoclastia urbana. E no meio do centro da cidade, se depara com o Grupo Surrealista D’Collage. Sentados à mesa de um bar, os amigos interpretam poemas de Piva e comentam como sua obra os aproximou da literatura rebelde e reacionária. A direção é de Valesca Dios.
O autor fez parte da geração de escritores, como Hilda Hilst e Claudio Willer, descobertos pelo editor Massao Ohno. Durante sua carreira, destacou-se pela poética urbana.

Nenhum comentário:

Postar um comentário