sábado, 31 de julho de 2010

Resposta a enquete do Datena: Não, Datena, não acredito em Deus

Meninxs!
Que o enredo dos programas televisivos são demasiadamente racistas, homofóbicos e revelam as mais violentas relações de poder que constituem o imaginário social já estou cansada de saber....
No caso específico do programa do Datena , a exploração pelas frequências midiáticas de um outro que não cabe no projeto de entreterimento, informação com matriz deísta, cristã delineia o modus "ignóbil" de se fazer jornalismo.
Me refiro ao programa do dia 27 de julho de 2010 que em um festival de desrespeito, preconceito, ignorância o apresentador proferiu as sentenças inquisitoriais aos/as ateus/atéias. Assisti parte do programa que contava com uma enquente "Você acredita em Deus?" e mediante a porcentagem que aparecia ao vivo surgia um arsenal de estereótipos, estigmas para relacionar xs ateus/atéias com as atrocidades ocorridas no mundo.
Entre frases como "Quem não crê em Deus não devia nem assistir ao programa dele", "Quem tem Deus no coração não comete “barbaridades”, ao contrário de quem não tem", "O mundo só está ruim assim por causa das pessoas que não acreditam em Deus" o apresentador ofendeu e empreendeu uma representação equivocada dxs ateus/atéias aos seus telespectadorxs.
Lamentável! Eu, atéia, processarei o Datena, e vocês?

Nenhum comentário:

Postar um comentário